publicações: capítulos livros

2017

O espectador e sua atenção indeterminada: notas sobre os níveis de atenção do espectador no espaço expositivo

O artigo analisa a relação da atenção com a atividade espectatorial, considerando os conceitos de computação ubíqua e os códigos e meios propostos no espaço expositivo
contemporâneo. A partir da análise de artefatos tecnológicos elaborados para oferecer ao público experiências de interação com a arte,desenvolve-se uma reflexão sobre o uso da
atenção do espectador em espaços expositivos. Ao observar como o espectador percorre o ambiente expositivo hoje em dia, é comum notar que a tecnologia está bem próxima da atividade contemplativa. O embasamento teórico se desenvolve a partir de estudos sobre a tecnologia calma (Weiser e Brown, 1996) e suas correlações com a atenção do espectador

16º Encontro Internacional de Arte e Tecnologia: #16.ART: Artis intelligentia: IMAGINAR O REAL. Porto: i2ADS - Instituto de Investigação em Arte, Design e Sociedade, 2017, v. 1, p. 198-205.

baixar PDF

Sistemas de Informação Ambiente: leitura e engajamento nas cidades inteligentes

Artigo sobre Sistemas de Informação Ambiente como uma ferramenta para repensar a participação dos citadinos no desenho das cidades. Publicado no livro Urbanidades: mediações, organizado pelos colegas Rogerio Camara e Fatima Aparecida dos Santos, da Universidade de Brasília.

Rogério Camara; Fátima Aparecida dos Santos. (Org.). Urbanidades: mediações. 1ed.Brasília: Estereográfica, 2017, v. 1, p. 93-115.

baixar PDF

2009

Autoria e Comunicação no Design

Este artigo discute o papel dos designers e dos usuários como co-autores de mensagens e produtos. Para tanto, destaca três momentos da história do design, nos quais a noção de autoria aparece distintamente: o período relativo ao design modernista, com a preponderância do Estilo Internacional; o final dos anos 80 e início dos anos 90, com a retórica visual pós-moderna; o começo do século XXI, com o advento da revolução informacional e da Web 2.0, destacando suas repercussões para o design de interação. Ao final, tendo em vista o futuro de pervasividade e ubiqüidade computacionais, aponta questões latentes que atualizam a discussão sobre a co-autoria de mensagens e produtos, ressaltando a importância de aprofundar as discussões sobre os processos de comunicação no campo do design.

CÔRTE-REAL, Eduardo (org.). The Triumph of Design // O Triunfo do Desenho. Lisboa: Livros Horizonte, 2010, p.232-241

The ‘Radical’ Designist, a Design Culture Journal (ThRAD) (issue 3, 2009, Portugal)

baixar PDF

Implicações da inteligência ambiental para o design de interação

O artigo apresenta um panorama do desenvolvimento de objetos e ambientes inteligentes, descrevendo suas características básicas e possíveis aplicações. Discute as implicações da implementação desses sistemas em nossas práticas cotidianas. Aponta questões gerais que podem orientar a discussão sobre o papel dos designers de interação como participantes dessa etapa da evolução das tecnologias computacionais.

SILVA, Jofre (org.). Design, Arte e Tecnologia 4. São Paulo: Rosari, Universidade Anhembi Morumbi, PUC-Rio e Unesp-Bauru, 2008.

baixar PDF