ARTIGO

Qualidade do ar: tecnologia calma, visualização de dados e engajamento cidadão

O artigo apresenta o desenvolvimento de um sistema de visualização de dados relativos à qualidade do ar na cidade do Rio de Janeiro. O projeto fundamenta-se na proposta de Tecnologia Calma de Weiser e Brown (1996), e o sistema de visualização de dados desenvolvido segue os princípios dos Sistemas de Informação Ambiente. A visualização de dados é tratada como ferramenta de empoderamento, numa perspectiva de propiciar a discussão e o engajamento do cidadão no contexto das Cidades Inteligentes. O projeto utiliza uma metodologia orientada pela experimentação e prototipação, mantendo ciclos sucessivos em que cada protótipo produzido é analisado criticamente, gerando subsídios para a versão seguinte. Parte-se de uma discussão sobre os conceitos de Tecnologia Calma, Sistemas de Informação Ambiente e Cidades Inteligentes, para em seguida descrever o desenvolvimento do sistema de visualização de dados, discriminando os processos envolvidos, tecnologias empregadas, os partidos adotados e resultados obtidos.

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Leia este artigo

PALESTRA

Qualidade do ar: tecnologia calma, visualização de dados e engajamento cidadão

Apresentação realizada no P&D Design 2018, em Joinville, sobre a pesquisa desenvolvida em 2016 na Escola Superior de Desenho Industrial. Propomos o desenvolvimento de um sistemas de informação ambiente com dados sobre a qualidade do ar na cidade do Rio de Janeiro.

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Veja esta palestra

ARTIGO

O espectador e sua atenção indeterminada: notas sobre os níveis de atenção do espectador no espaço expositivo

O artigo analisa a relação da atenção com a atividade espectatorial, considerando os conceitos de computação ubíqua e os códigos e meios propostos no espaço expositivo
contemporâneo. A partir da análise de artefatos tecnológicos elaborados para oferecer ao público experiências de interação com a arte,desenvolve-se uma reflexão sobre o uso da
atenção do espectador em espaços expositivos. Ao observar como o espectador percorre o ambiente expositivo hoje em dia, é comum notar que a tecnologia está bem próxima da atividade contemplativa. O embasamento teórico se desenvolve a partir de estudos sobre a tecnologia calma (Weiser e Brown, 1996) e suas correlações com a atenção do espectador

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Leia este artigo

ARTIGO

Sistemas de Informação Ambiente: leitura e engajamento nas cidades inteligentes

Artigo sobre Sistemas de Informação Ambiente como uma ferramenta para repensar a participação dos citadinos no desenho das cidades. Publicado no livro Urbanidades: mediações, organizado pelos colegas Rogerio Camara e Fatima Aparecida dos Santos, da Universidade de Brasília.

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Leia este artigo

PALESTRA

Sistemas de informação ambiente e o design da cidade

Palestra apresentada na Campus Party Brasil de 2015, em São Paulo, sobre Sistemas de Informação Ambiente e seu papel no empoderamento do cidadão de modo que possa influir no desenho da cidade. A apresentação fez parte do painel sobre Visualização de Dados da Campus Party.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Veja esta palestra