segunda-feira, 11 de julho de 2011

Saúde alimentar em ícones

O supermercado Hortifrutti tem um histórico de tentar informar aos seus clientes os benefícios do consumo de hortaliças e frutas. Há algum tempo lançaram folhetos com informações sobre os alimentos. Cada fruta ou verdura tinha um folheto com dados nutricionais, usos medicinais, crendices etc. A idéia era que os clientes levassem e colecionassem os folhetos, formando uma pequena enciclopédia com informações relativas à saúde alimentar. O único “porém” é que os folhetos não estavam acessíveis no mesmo lugar que as hortaliças e frutas (ficavam no caixa), e estavam sempre mudando (não era possível ver todas as fichas ao mesmo tempo). Na hora de comprar, como saber qual o benefício de cada alimento? Só mesmo aprendendo e confiando na memória.

Essa semana vi uma nova experiência bem interessante no mesmo Hortifrutti (na loja Dias da Rocha, em Copacabana, mas acredito que tenha sido implantado em todas as lojas). Os carrinhos de supermercado agora vêm equipados com uma tabelinha com diversos ícones. E nas gôndolas, cada fruta ou hortaliça apresenta um conjunto de informações, também em forma de ícones. A idéia parece ser informar de maneira bem sintética os benefícios do consumo de cada alimento disponível na loja.


Família completa de ícones criada para o Hortifrutti, para identificar os benefícios dos alimentos à saúde. A tabelinha fica presa nos carrinhos do supermercado.


Nas gôndolas, cada fruta ou hortaliça recebe uma ficha com os ícones que representam os benefícios trazidos pelo consumo daquele alimento. A dificuldade é associar corretamente os ícones aos seus significados. Só mesmo com o guia, sabiamente colocado no carrinho.

A idéia é muito simpática. A realização nem tanto. É muita informação pra ser comunicada com ícones. Até o sujeito aprender o “alfabeto” todo, deve demorar um bom tempo (se é que se aprende). E alguns ícones são muito difíceis de identificar. Por exemplo, a diferença entre o ícone relativo à prevenção do câncer e o relativo à redução de triglicerídeos é muito sutil. Pra complicar, ainda tem um conjunto de variações cromáticas, que até agora não entendi porque não foi resolvido da mesma forma (com ícones, ao invés de cores — pobres daltônicos!).

Além da questão do design da informação, há ainda um probleminha quanto ao design de produto – o suporte do guia que fica no carrinho não parece muito bem adequada ao espaço, a solução atual ainda precisa de algum trabalho.

De qualquer maneira, é um exemplo interessantíssimo de design de informação aplicado em uma situação tão corriqueira quanto fazer compras no supermercado. E é também uma preocupação louvável do Hortifrutti em esclarecer os seus clientes sobre os benefícios de uma alimentação baseada em hortaliças e frutas.

1 comentário
Categorias:
permalink

1 comentário

  1. isso sim é uma feira moderna. =)

    Marquito
    terça-feira, 4 de outubro de 2011
    11:38
    permalink

Fique à vontade, faça o seu comentário!




Seu comentário: