quinta-feira, 12 de abril de 2007

Parabéns, Helvetica!

Caixa de tipos da família Helvetica, em cena do filme 'Helvetica', de Gary Hustwit
Caixa de tipos da família Helvetica, em cena do filme ‘Helvetica’, de Gary Hustwit.

A família tipográfica Helvetica, criada em 1957 por Edüard Hoffmann e Max Miedinger, completou 50 anos de existência.

Por sua conscisão e clareza, foi uma das famílias mais usadas na década de 60 sob a égide do Estilo Internacional, uma busca extrema de funcionalidade em detrimento de qualquer atributo subjetivo ou emocional nos projetos de design. Mesmo hoje, passados 50 anos de sua criação, a Helvetica é usada largamente, sendo facilmente reconhecida em projetos de sinalização urbana.

Otmar Hoefer, da Linotype, typefoundry que detêm os direitos sobre a fonte, acredita que seja a família com maior distribuição no mundo. Provavelmente isso ocorre em parte pelo fato dos computadores Mac contarem com esta família instalada por default, sem contar a sua cópia bastarda, Arial, distribuida gratuitamente com o Windows. Muitos acreditam que a Helvetica e Arial têm o mesmo desenho. Ledo engano: as sutilezas e equilíbrio formal do desenho da Helvetica são incomparáveis ao que foi feito no projeto da Arial. Além do mais, a Helvetica apresenta 68 variações de peso, contra 5 da Arial. A família completa pode ser vista no site da Linotype

Um aniversário tão auspicioso tem comemoração a altura. O museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA) inaugurou uma exposição no dia 6 de abril para marcar a data. Veja mais no site do MoMA.

O Washington Post traz uma matéria sobre o assunto. Vale a leitura.

Ame ou odeie a Helvetica, o fato é que sem dúvida é uma das famílias tipográficas mais conhecidas e utilizadas no mundo.

Parabéns, Helvetica!

2 comentários
Categorias:
permalink

2 comentários

  1. Voce viu que foi feito um filme/documentario sobre a helvetica? Aqui vai o link:
    http://helveticafilm.com/

    Luciana
    quinta-feira, 3 de maio de 2007
    17:19
    permalink
  2. Valeu Lu! Parece ser muito bacana o filme…entrevistas com muitas feras da tipografia contemporânea.

    Parece que esse filme est á repercutindo bem, outro dia recebi o link em uma lista sobre Media Ecology – nunca pensei que a Helvetica fosse reverberar em uma lista dessas! :-)

    Mauro Pinheiro
    quarta-feira, 16 de maio de 2007
    16:07
    permalink

Fique à vontade, faça o seu comentário!




Seu comentário: