terça-feira, 14 de novembro de 2006

T.R.A.N.S.I.T.

Dia desses estava revendo o 1º DVD do Anima Mundi (atualmente esgotado para compra) e me impressionei com o filme T.R.A.N.S.I.T., de Piet Kroon. É um filme de suspense, um tipo de romance trágico ambientado no final da década de 20. A história é contada aos pedaços, narrada de trás para frente. Cada trecho se passa em um determinado local do mundo e foi desenhado por artistas diferentes, cada um com seu estilo próprio, tentando reproduzir o clima da época.

cena do filme T.R.A.N.S.I.T.

cena do filme T.R.A.N.S.I.T.

cena do filme T.R.A.N.S.I.T.
cenas do filme T.R.A.N.S.I.T.

Sempre gostei dos filmes de animação que não têm diálogos. São universais. Esse é um belo exemplo, apesar da escolha pela narrativa em flashback dificultar o entendimento da sucessão de fatos da história. Em DVD fica mais fácil de ver, porque é possível voltar as cenas e rever, mas de primeira acho que muita coisa se perde.

Além de ver o filme, vale a pena ler os comentários de Gill Bradley, responsável pela produção, relacionando o estilo gráfico com o clima de cada trecho do filme. O site do filme trás ainda uma interessante narrativa da história, como se estivesse sendo contada por uma pessoa.

Vale a visita.

sem comentários
Categorias:
permalink

Sem comentários até agora...não quer ser o primeiro? ;-)

Fique à vontade, faça o seu comentário!




Seu comentário: