sábado, 22 de abril de 2006

São Pixinguinha

Pixinguinha

Há 109 anos, no dia 23 de abril de 1897, nascia Alfredo da Rocha Vianna, que o mundo viria a conhecer por Pixinguinha. O nascimento de Pixinguinha marca o dia nacional do Choro, estilo genuninamente brasileiro e que o gênio da flauta e do sax ajudou a consolidar e de certa forma revolucionar. Quando a saúde impediu Pixinguinha de continuar tocando flauta, instrumento no qual tornou-se um mestre sem igual na história da música brasileira, passou ao saxofone. E neste instrumento consolidou o contraponto como sua marca registrada, dialogando com outros instrumentos de solo de forma tão genial que muitas vezes brilhava mais que o próprio solista nas músicas. No site da Acari Records encontramos a seguinte afirmação: “segundo Brasílio Itiberê, o contraponto feito por Pixinguinha é ‘um dos elementos mais complexos e de maiores consequências estéticas que existe na música brasileira’.”

Pixinguinha foi também um dos primeiros arranjadores, sendo requisitado por muitos estúdios. Maestro, compositor, instrumentista…o legado de Pixinguinha é eterno e sua estrela brilha com tamanha força na constelação da música brasileira, que ele é carinhosamente chamado de São Pixinguinha.

Saiba mais sobre a obra do “santo” no site Dicionário Cravo Albim de Música Popular Brasileira.

Parabéns ao Pixinguinha, no dia de seu aniversário!

sem comentários
Categorias:
permalink

Sem comentários até agora...não quer ser o primeiro? ;-)

Fique à vontade, faça o seu comentário!




Seu comentário: