domingo, 25 de setembro de 2005

Povo que não lê

Há tempos ouvimos falar que o brasileiro não tem o hábito de leitura, que lê pouco, que não gosta de livros.

Desconsiderando o meu círculo de amizades, que em geral são pessoas que mantém uma relação constante com os livros – alguns chegam a ter paixão por eles – sempre acreditei que o brasileiro, de fato, era pouco afeito à leitura. Mas me faltava uma noção mais precisa da realidade.

Hoje recebi via email (pelo informativo eletrônico da ESDI) o resultado de uma pesquisa alarmante: mais da metade da população adulta sequer encosta em livros e cerca da metade dos brasileiros têm no máximo 10 livros em casa!

Como esperar que um país evolua, que tenha o mínimo de civilidade, se somos um povo não-leitor? A barbárie é inevitável num país de ignorantes, de massa-de-manobra, de vaquinhas de presépio.

Segue abaixo a cópia do texto do informativo.

Os pesquisadores George Kornis (Uerj) e Fábio Sá Earp (UFRJ) realizaram um estudo que indica que as famílias brasileiras com maior poder aquisitivo passaram a gastar de quatro a seis vezes mais com internet, celular e TV a cabo, do que com livros. Isso fez com que nos últimos anos tenha havido uma queda na vendagem de livros. A pesquisa foi solicitada pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e revelou que as vendas no setor livreiro em 2004 regrediram ao patamar de 1991. Segundo os especialistas aconteceu um “retrocesso literário”. Segundo os dados de 2003 (os mais recentes disponíveis) do IBGE, da CBL (Câmara Nacional do Livro) e do SNEL (Sindicato Nacional dos Editores de Livros) as informações relativas ao consumo de livros no Brasil é o seguinte:

  • os 10% mais ricos são os principais compradores.
  • 61% dos brasileiros têm pouco ou nenhum contato com livros.
  • 17 milhões de pessoas declaram não gostar da leitura de livros.
  • 47% dos brasileiros adultos dizem possuir no máximo dez livros em casa.
  • per capita são lidos 1.8 livros por ano no país (índice baixo, considerando-se por exemplo os 7.0 na França).

Deus nos ajude!

sem comentários
Categorias:
permalink

Sem comentários até agora...não quer ser o primeiro? ;-)

Fique à vontade, faça o seu comentário!




Seu comentário: